sábado, 16 de março de 2013

Um pé na terra, outro no mar e os olhos no céu...

Bem... minha passagem por Bali não incluiu passeio com elefantes... Maaaas... fui informada que na Índia o acesso a eles fica mais fácil. Em Bali, acabamos nos entretendo tentando segurar um macaco que não para quieto nem pra uma fotinha... Depois de camelos, koalas, cangurus, cobras, crocodilos e macacos... acho que devia criar coragem pra encarar os cavalos da roça do Vô Elias... Ainda morro de medo deles!!! Desafio para as próximas férias no Pilão... Rsrsrs... Conhecemos um especial café Luwak, feito das sementes de café defecadas por um animalzinho típico que me esqueci o nome, e cujo sabor é inigualável graças a uma combinação de enzimas gástricas do tal bichinho... Passeamos em meio às plantações de arroz... Pudemos ver que a vida noturna, pra uma cidade um tanto quanto cheia de rituais e extremamente severa religiosamente, é um tanto quanto "Liberal"... Com chás de cogumelo servidos como coca-cola e casas de show em que você precisa de um GPS pra achar seus amigos... Contrastes de uma cultura milenar e moderna... Há dois dias estive no Vietnã (mais um lugar onda eu nunca sonhei pisar, e o Senhor me surpreendeu) e fomos ao Museu da Guerra do Vietnã... Fiquei absurdada com a dimensão das consequências de uma guerra... Vi fotos de mulheres e crianças violentamente massacrados, cidades inteiras completamente destruídas... As armas químicas usadas foram tão devastadoras que várias gerações ainda sofrem com as alterações de DNA que até hoje fazem nascer bebês monstruosamente deformados... Tanto nas famílias Vietnamitas, quanto nas famílias de soldados americanos também expostos às armas químicas! Numa guerra, ninguém ganha... Os dois lados sempre perdem... Não vou entrar aqui nos pormenores das causas... A tentativa americana de abortar o comunismo... O assassinato de Kennedy... A corrupção... Blá blá blá... Tudo é historicamente relatado e documentado... Mas nada é realmente justificado... E a dura realidade é que não foi a primeira nem será a última guerra... Depois que Caim abriu a porteira... A humanidade "descobriu" que por inveja, ganância pelo poder, dinheiro e até sem motivo mesmo... Pode simplesmente matar outro ser humano, inclusive sendo ele seu irmão... Sangue de muitos "Abel's" são derramados há muito tempo... Esse povo viveu por mais de 20 anos em Guerra... Não consigo dimensionar isso... E por mais que minha imaginação seja fértil, simplesmente não consigo ter ideia do que é isso... Em um país estruturalmente reconstruído pude passear de Scooters pelas ruas, num trânsito de enlouquecer, mas onde não vi nenhum acidente... Vi que um povo que sofreu tanto, acredita e se apega a tudo... A todos os deuses em busca de um refúgio... Há altares por todos os cantos... Lojas, casas, ruas... Se alguém diz que vestir cinza é ofensa a Buda, então não há roupas cinzas nas lojas! Afinal, quem se atreve a arrumar confusão com um "deus" numa terra sedenta por paz... Acredita-se em tudo que possa dar uma esperança de paz... Mas a paz não é palpável... Os olhos entregam que a grande maioria anda se afogando em rituais e ainda morrem de sede... A estrutura foi basicamente reconstruída... Mas a vida continua miserável em todos os sentidos... Hoje, gostaria só de agradecer a Deus por viver numa paz palpável! Por mais que tenhamos um trânsito violento, traficantes trocando tiros com policiais, políticos corruptos, filas nos hospitais, crianças sem escola... Pelo que vi, nada se compara aos horrores de uma guerra... Agradeço muito a Deus por meu irmão ter passado um ano servindo ao Exército Brasileiro e nunca ter sido convocado pra uma missão de horror... Agradeço muito a Deus porque temos esperança de crianças saudáveis nascerem... Temos esperança de que nossos "pequenos" problemas na verdade nem deveriam se chamar problemas, mas desafios que nos impulsionem a não esperar que "eles" façam alguma coisa, mas que NÓS façamos algo.. Daqui... Um pé na terra, outro no mar e os olhos no céu... Vamos começar pelo básico... "Amando ao próximo como a nós mesmos"... Acho que já dá pano pra muitas mangas...

5 comentários:

  1. Tenho louvado muito a Deus pela experiencia que Ele Tem te dado...
    Eu creio que esse "básico" como coloca deve começar dentro de casa. A Exemplo do que não houve na casa de Adão... Jesus nos trouxe essa paz... e essa possibilidade!! Beijos no coração... Te amo.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Concordo, Tchuca... Meu desafio é reproduzir o que vejo diariamente na minha casa... Amo vocês... Saudades...

      Excluir
  2. Quando chegar com esse pé aqui na terra pode escrever um livro ,nunca vi alguem desenvolver tanto suas idéias, e melhor com um olhar cristão sobre todas as coisas tenho muito orgulho de vc.Um beijo bem grande te amo.

    ResponderExcluir
  3. Tiaaaaaa!!! Hahahaha... Se eu escrever um livro, só vai faltar ter um filho... Porque eu acho que já plantei árvore em algum lugar... Rsrsrs... Te amo!!!

    ResponderExcluir
  4. Já plantou né? Que bom, se não plantou uma árvore plantou muita coisa nos corações das pessoas que convivem com vc.Espero vc muito em breve em terra firme estou com muitas saudades de vc.Um beijo bem grande no seu coração te amo muito.

    ResponderExcluir