sexta-feira, 2 de novembro de 2012

Meu Primeiro "Warning"! Quase "A Ver Navios"...

Hoje as emocoes que tenho pra compartilhar sao do tipo de emocoes que quanto menos tivermos na vida, melhor!!! Sabe aquela emocao de sentir… “Essa foi por pouco!!!”
Entao… O que aconteceu foi o seguinte… Pela segunda vez passamos por Corfu, Grecia. Da primeira vez que viemos aqui, o navio chegou pela manha e ficou ate as 11 horas da noite. Aproveitamos pra dar uma saidinha pra comer uma pizza, que por incrivel que pareca, foi a melhor pizza que ja comi na vida!!! E contrariando tudo que poderia prever sobre culinaria internacional, a melhor pizza que comi foi na Grecia e nao na Italia!!! Engracado isso, ne?!
Mas… Entao… Dessa segunda vez que passamos por Corfu, o navio tambem estava com o itinerario marcado para sair do porto as 11 horas da noite, e felizmente teriamos algumas horas de folga pra dar uma passeadinha e provar um novo restaurante grego…
Eu e minha coleguinha de quarto portuguesa, Claudia, saimos do trabalho umas 7 horas da noite, fomos nos trocar e saimos todas serelepes e felizes em busca de um bom restaurante para um jantar! Passamos pela saida do navio, perguntamos a um dos segurancas do navio o horario do ultimo onibus para retornar ao navio, e fomos informadas que seria as 10 horas da noite… So pra garantir… Confirmamos o horario com os segurancas portuarios e o motorista do onibus…
La fomos nos para o centro de Corfu… Batemos perna por uns minutos e nos sentamos num restaurante pequenininho com uma decoracao super fofa (que acho que foi o que realmente me atraiu) e a comida era simplesmente deciliosa!!! Uns espetinhos de carne de todos os tipos que me lembraram o festival de espetinho que acontece na rua do meu apartamento em Montes Claros todos os dias a noite! Os famosos “espetinhos de gato”!!! Pois eu comi “espetinhos de gato” na Grecia e adoreeeeeei!
Para fechar a noite, comecou a cair uma chuvinha e resolvemos ir embora um pouco mais cedo, e nao esperar pelo ultimos onibus das 10 horas. Correndo da chuvinha gelada que caia, pegamos o onibus das 9:30h da noite. O onibus leva no maximo uns 10 minutos do centro ate o navio. Enquanto estavamos dentro do onibus, o celular da minha colega de quarto toca e ela atende. Do outro lado da linha uma das meninas do SPA completamente DESESPERADA fala pra nos voltarmos pro navio o mais rapido possivel porque o navio ja estava partindo!!!!!
Se eu ja tive um momento em que meu coracao ficou mais perto de sair pela boca, nao me lembro… Naquela noite, acho que bati meus recordes de APAVORAMENTODESESPERADAMENTELOUCO!!!
Em dois minutos estavamos no porto e um carro com uns segurancas do porto nos aguardava para nos deixar literalmente na porta do navio, que por sinal, estava com uma brechinha aberta pra entrarmos. E claro que havia uma plateia de filipinos pra assistir nosso total desespero e um oficial devidamente fardado pra brigar conosco…
O problema eh que eu nao estava entendendo porcaria nenhuma… Se o ultimo onibus era as 10h e estavamos no da 9:30h, como poderiamos estar atrasadas??? Se o navio parte as 11h da noite e normalmente temos que estar a todos a bordo 30 minutos antes, POR QUE esse povo ta nesse desespero todo pra ir embora, meu Deus????
Assim que entramos e ouvimos todos os berros e chingamentos devidamente proferidos pelo oficial… Assim que o coracao parou de bater na garganta e voltou pro peito, comecamos a entender o que tinha acontecido…
Devido ao mal tempo, o capital havia mudado a hora da nossa partida das 11 horas para as 9 horas!!! O problema eh que NOS NAO SABIAMOS!!!! Em todos os panfletos, cartazes, jornais e computadores a que tivemos acesso durante todo o cruzeiro o horario de partida era as 11 horas!!! Eles mudaram o horario e o unico meio de divulgacao foi um anuncio em uma tela na area dos passageiros, que nos tripulantes nao tivemos acesso, e o as vezes o nao tao eficiente “boca a boca”. O fato eh que saimos do navio praticamente as 8 horas da noite sem saber que teriamos que estar de volta as 8:30h!!! Acreditem, se soubessemos nem teriamos nos dado o trabalho de sair!!!
Eu quase tive um infarto, um AVC, uma dor de barriga, uma enxaqueca,  nauseas e pernas cambaleantes ao mesmo tempo!!! Se perdemos o navio, nao ha conversa… O proximo passo eh: DEMISSAO AUTOMATICA!!!
O procedimento padrao eh… Se um tripulante ou passageiro nao esta a bordo no horario previsto, o agente responsavel por aquele porto fica com o passaporte dessa pessoa. Quando essa pessoa (atrasada) chega ao porto, o agente ira providenciar um hotel, um aviao, e o que mais for necessario para que possa encontrar com o navio no proximo porto do itinerario do navio. Para um passageiro, tirando os custos, a dor de cabeca e o desconforto de ter que viajar pra outra cidade pra encontrar com o navio, nada de mais acontece. Mas para um mero tripulante… Aaaaaahhhhhh… A coisa fica muito feia!!! Alem dos custos, da dor de cabeca e do desconforto, o bonus eh uma demissao altomatica!!! Sua vaigem pra encontrar com o navio nao eh pra “continuar” com o navio, eh pra arrumar suas malas e ir pra casa!!!
Depois de finalmente conseguirmos entrar no navio e chegar na nossa cabine, fomos saber os detalhes do que havia acontecido nos bastidores do nosso resgate… Que foi uma legitima "Operacao de Guerra"!
Um dos nossos amigos filipinos ficou sabendo que eu e minha colega portuguesa nao estavamos a bordo no horario previsto e comecou a ligar pra todo mundo do SPA na tentativa de conseguir o numero do celular de uma de nos! Na hora, ninguem sabia de numero nenhum… Uma das meninas, Tijana, da Servia, se lembrou que um dia usou o celular da Claudia (minha colega portuguesa) para mandar uma mensagem de textro pra mae dela, la na Servia. Pra conseguir o numero, ela ligou pra mae dela, la na Servia, pra que a mae dela procurasse na caixa de entrada do celular dela o numero do celular da Claudia pra dai entao ela conseguir nos telefonar!!! A essa altura estamos dentro do onibus tranquilamente voltando pro porto, achando que inclusive estamos adiantadas!!! Pra mim isso foi uma operacao de guerra, inclusive com transacoes internacionais complicadissimas (uma vez que grande parte dela foi executada na esquisitissima lingua servia)!
Quando chegamos ao porto, o agente de porto ja estava com nossos passaportes em maos!!! E adivinha o que o seguranca me disse??!! Voces tiveram muita sorte porque uma de voces eh BRASILEIRA!!! Na hora eu nao entendi nada e achei que ele simplesmente gostasse de algum time de futebol do Brasil, como todo mundo…
Depois de passado o susto, e de reunirmos os combatentes da operacao “Nao Perder o Navio” em uma cabine para os devidos agradecimentos e “Honras ao Merito”, fomos pra nossa cabine descansar um pouco porque o dia seguinte era dia de navegacao e estavamos com nossa agenda completamente lotada, sem espaco nem pra respirar entre uma massagem e outra… Sem espaco inclusive pra levarmos qualquer puxao de orelha…
Entao hoje, com mais espaco na nossa agenda, fomo humildemente conversar com o Staff Captain, que eh o segundo mais importante na escala de importancia dessa hierarquia maritima. Depois dele so o capitao e Deus! Entao la fui eu pra receber minha primeira formal advertencia (Formal Warning) da minha singela vida maritima!!!
Entramos numa sala com muitas cadeiras pra pouca gente… Estavamos eu, Claudia, meu gerente, o Staff Captain e Chefe de Seguranca. Depois de tentamos inutilmente explicar que NAO FOMOS INFORMADAS de que o navio partiria mais cedo, acabamos por receber um papel nada agradavel pra assinar. E por alguns segundos o Staff Captain deu um sorrizinho desfarcado e disse: “Voces so nao perderam o navio porque uma de voces eh brasileira!”. Finalmente eu perguntei: “O que bulhufas isso tem a ver??”. Ele me explicou que por eu ter o passaporte brasileiro, o agente de porto precisa de um documento especial sei la das quantas pra reter meu passaporte com ele, e o navio so nao havia partido ainda porque estavam esperando esse tal documento ficar pronto!!! Na minha fertil imaginacao eh um documento mais ou menos assim: “Tenho plena consciencia de que estou portando o passaporte de um CIDADAO BRASILEIRO e estou permitindo que uma embarcacao deixe o porto sem esse CIADADAO BRASILEIRO a bordo (o que eh uma coisa muitissimo ruim da minha parte). Estou consciente dos riscos pessoais, fisicos, emocionais, psicologicos e espirituais que isso pode me trazer.” Acho que provavelmente por isso seja mais facil dar uma embromada e tentar segurar o navio no porto por mais alguns minutos ate que esse CIDADAO BRASILEIRO esteja seguramente a bordo… Achedito que seja simplesmente mais comodo pra ele inventar uma burocracia qualquer so pra ajudar os tupiniquins a nao ficarem literalmente a “Ver Navios”…
Bom… O fato eh que pelos proximos seis meses de contrato, NUNCA vou poder chegar atrasada no navio, nem cometer qualquer pequeno deslize… Porque pode ser que da proxima vez seja literalmente a ultima…
No fundo nao achei as coisas muito justas, uma vez que estavamos num onibus de uso exclusivo do navio… E o horario foi mudado de ultima hora… E todo mundo nos informou o horario antigo previsto pra partida… Mas tambem la no fundo (e na superficie tambem) vi que na verdade nao tivemos “sorte”, foi simplesmente a mao de DEUS cuidando de nos!!! Em cada minimo detalhe… De mandar uma chuvinha pra que resolvessemos pegar o onibus das 9:30h e nao o das 10h… De ter um passaporte brasileiro… De ter uma amiga que usou o celular da outra amiga pra mandar uma mensagem pra mae na Servia… De ter a mae de uma amiga na Servia que salva as mensagens de texto que a filha manda… De ter amigos filipinos que enlouquecidamente ligam pra todo mundo a nossa procura… Em tudo isso a unica coisa que consigo ver eh o agir surpreendente de DEUS…
Amo ser surpreendida por ELE!!! Ate em situacoes de completa confusao, ser surpreendida pelo SEU cuidado sobrenatural eh uma maneira dELE dizer que continua no controle de tooooooodas as coisas…
O mes de novembro, que eh um mes muuuuuuitissimo especial, ja comecou cheio de surpresas e muitas ainda virao… Se DEUS quiser!!!

3 comentários:

  1. Carayyyyyna
    que susto hein amiga!!
    se bem que aquela vez na Polonia tb fiquei com medo de perder o navio lembra?
    mas graças a Deus deu td certo e tu ta aí ainda e vai percorrer ainda muuuuitas milhas náuticas
    heheh
    saudades de ti!!
    bjaooo da tiazona Dessi :)

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Tiazoooooooona!!!
      Que saudades de vc!!!
      Pensando em voltar a bordo?? Se voltar, avisa!
      Quem sabe nos encontramos em algum porto por ai...
      Bjim!!!

      Excluir
  2. Caraca Pri fiquei tensa lendo seu relato! Eu amo muito a Tijana, conheci ela no Fortuna! Pergunta pra ela da Juju! Sorte e coragem marinheira! Estou colada aqui denovo, adoro a forma como tu escreve! Beijo grande da Juju

    ResponderExcluir