domingo, 12 de junho de 2011

O "cheiro"...

Meeeeeeeeuuuuuu Deeeeeeeeeeeeuuuuuuuuuuuuusssssssssssss!!!!!!!!!! Hoje é “Dia dos Namorados” e sabe o que é mais importante??? Papai e mamãe estão completando 26 anos de casamento!!!!!!!!!!!!! Uuuuhhhhhhuuuuuu!!!!!
Sei que aos 25 anos de casamento chamamos de “Bodas de Prata”, e quando completam 26??? Não faço a menor idéia e estou com preguiça de procurar no Google... Deve ser algum metal entre Prata e Ouro... Se alguém estiver mais atoa e quiser procurar, depois me conte...
Há um ano, fizemos uma comemoração dessa data lá na fazenda dos meus avós em Espinosa! Foi super emocionante porque conseguimos reunir pessoas que são muito especiais na história dos meus pais e consequentemente na minha... Até porque, na verdade, Deus usou “um acidente” pra unir esse casal: EU!!! Rsrsrsrs...
Mas tudo bem!!! Eu convivo super bem com essa idéia de ter sido um “acidente”... Dizem por aí que as grandes descobertas da humanidade foram acidentais!!! Rsrsrsrsrs...
Agora chega de gracinha!!! Vamos falar sério agora...
O casamento dos meus pais é um sonho de consumo pra mim... Queria um dia crescer e construir um casamento pelo menos “semelhante” ao que eles construiram ao longo desses 26 anos...
Uma das coisas que mais admiro neles é o prazer que um tem em ter a companhia do outro. Não são necessárias muitas cerimônias... Muitas declarações... Muitos rituais... Eles só se olham e fica tudo bem...
Todo casal que se preza tem um apelidinho carinhoso e na maioria das vezes meio breguinha, mas fofo... Meus pais costumam se chamar de “cheiro”... Já vi vários outros casais se chamando assim também, então não foi invenção deles... Mas acho que o apelidinho deles vem muito a calhar... Quando meu pai viaja, minha mãe fica “cheirando” meus irmãos porque acha que o “cheiro” deles se parece com o “cheiro” do meu pai, e uma das coisas que ela sente muita falta quando ele não está perto, é do “cheiro” dele...
Aqui no SPA, eu já fiz várias vezes um seminário sobre “Aromaterapia” (inclusive no meu inglês “embromation”! Se vocês vissem, morreriam de rir... Rsrsrsrs...). E juro que nunca tinha pensado tanto nesse negócio de “cheiros” e aromas... Temos uma região no nosso cérebro responsável pelo reconhecimento dos diferentes aromas que nos cercam... Podemos ser estimulados pelos aromas a diferentes sensações... Podemos estar bem satisfeitos e felizes da vida enquanto caminhamos por uma rua e sentirmos o cheirinho de um pãozinho fresco e na mesma hora querermos tomar um cafezinho com pão... Podemos estar completamente distraídos e alguém passar ao seu lado com um perfume idêntico ao de uma pessoa e a imagem dessa pessoa vem imediatamente a sua mente... E ao mesmo tempo podemos ser estimulados negativamente pelos aromas... Algumas coisas tem cheiro tão desagradável que podem te dar náuseas em segundos... Eu que sou cheia das enxaquecas, quando estou nas minhas crises não posso nem lembrar de um cheiro forte que a dor aumenta!!! É impressionante como esse “nigucin” de aroma é mesmo poderoso...
O “cheiro” não deve ser ignorado no nosso cotidiano... Na maioria das vezes não racionalizamos que “cheiros” temos deixado pra trás quando passamos pela vida das pessoas...
Algumas pessoas podem ter o “cheiro de morte”! Por onde passam deixam um rastro de mágoas, indiferença, egoísmo, mentira, falsidade, inimizade... E assim como quem trabalha em um ambiente com cheiro desagradável tem a capacidade de adaptar-se ao ponto de nem sentir mais a podridão que habita o ar, se nos permitirmos adaptar podemos não mais sentir o quão mal isso pode nos fazer...
Mas há também quem tem a capacidade de exalar naturalmente o “bom perfume de Cristo”!!! E há a possibilidade de algo cheirar bem se não esta limpo??? Dizem por aí que o perfume francês é bom porque os franceses usam o perfume para camuflar a falta de banho... Vou até dar uma conferida nessa informação amanhã porque irei passear em Paris!!! Depois eu posso contar se essa informação procede ou não...
Mas um bom perfume não fica “bom” se usado em algo sujo... Portanto se quisermos deixar um bom “cheiro” por onde passamos devemos primeiro nos limpar de toda essa sujeira que a nossa própria natureza inciste em produzir diariamente... Porque assim como o nosso corpo produz secreções, suor, chulé... Naturalmente somos produtores de maldade... E assim como precisamos lavar o corpo, precisamos lavar a mente, o coração, a alma e o espírito... E diariamente depois do banho, bastam umas gotinhas do “bom perfume de Cristo” pra fazer toda a diferença...
Mas afinal que coisa é essa de “bom perfume de Cristo”??? Seria uma nova marca lançada aqui no Mar Báltico??? Rsrsrsrs... O “bom perfume de Cristo” é nada mais do que negar a si mesmo... É ser como Cristo... É perdoar quem te magoa... É ajudar quem nunca te ajuda... É dividir o pouco que se tem... É ser grato pelo que se recebe... É cuidar de quem precisa de cuidado... É sorrir pra quem está triste... É dar um abraço em quem se sente sozinho... É repetir o gesto que Ele fez, e abrir os braços...
Acho que por isso é que meus pais chamam um ao outro de “cheiro”... Porque quando um bom cheiro está perto, é bom...  Quando um bom cheiro se vai, nem que seja por algumas horas, não é bom... E por mais que o “cheiro” seja o mesmo durante 26 anos, o frescor pode permanecer ou até ser melhor se ambos diariamente buscarem limpar-se de si mesmos... E colocarem uma gotinha de companheirismo, amor, abnegação, respeito, carinho, amizade...
Espero que pelos próximos anos, o frescor desse “cheiro” seja renovado a cada manhã... E que eu esteja bem pertinho pra assitir isso de camarote...
Papai e mamãe, amo muito vocês!!! Continuem espalhando esse bom perfume por onde passarem!!!! Tô morrendo de saudade de pular na cama no meio de vocês e sentir o cheirinho de “casal feliz”... Se Deus quiser, logo a gente resolve isso e mata essa saudade!!!
Fiquem bem... Que eu fico bem...

4 comentários:

  1. Lindeza da minha vida, como é bom lê seus textos... Te amo

    ResponderExcluir
  2. Depois dessa eu quero um "cheiro" seu pri

    ResponderExcluir
  3. Ainda longe podemos sentir o cheiro de Cristo na sua vida. Você não é tola de desejar uma vida conjugal como a do seus pais. "Repetir" a história deles não significa ter a mesma história. Uma outra vida, porém da mesma essência, mesmo aroma.
    Isso não seria se anular, mas almejar!
    Blessings...

    ResponderExcluir