sexta-feira, 22 de abril de 2011

Não adianta nada procurar a pessoa certa, no lugar errado...

Minha última postagem foi bem deprê... Mas como eu disse “às vezes” a vida é deprê, mas na maior parte do tempo ela “é bonita... é bonita... e é bonita...”
Bom... Vamos aos últimos acontecimentos...  Já vou avisando que meus textos ultimamente estão um tanto quanto looongos... É impossível manter o jornalzinho “minerin” diretamente do alto mar atualizado com a vida real... Portanto, se você não conseguir ler até o final, não se preocupe... Continuarei sendo sua amiguinha... Rsrsrsrs...
Bom... Saímos das águas brasileiras dia 07 de Abril. Nosso último porto foi o de Salvador, e nesse dia desembarcaram vários brasileiros que só trabalharam na temporada brasileira... como músicos, dançarinos... E depois disso, navegamos... Navegamos... Navegamos... Durante seis dias... Navegamos... Foi uma travessia super tranquila... Geralmente os produtos do estoque despencam das prateleiras... Temos que colocar fita adesiva em tudo... Mas dessa vez, foi super tranquilo!!! Nada caiu das prateleiras...
Depois de seis dias “confinados”, todos ficam loucos pra descer e pisar em terra firme!!! Nosso primeiro porto depois da travessia foi Tenerife, uma das Ilhas Canárias na Espanha. Fizemos um rodízio no SPA pra que todos descessem, um parte desceu pela manhã e outra à tarde. Todo mundo queria ir às compras porque no nosso itinerário, Tenerife é o melhor lugar pra compra de eletrônicos. E baixou o espírito capitalista em todo mundo, inclusive em mim...
Madrugamos pra sair do navio... Eu, Samanta e Dessana fomos as primeiras pessoas a descer do navio. Saímos quando todo mundo ainda estava tomando café... E o melhor é que madrugamos e tivemos que ficar dando voltinhas por Tenerife pra esperar as lojas abrirem!!! Olha só que marmota... Às oito horas da madrugada já estávamos no centro de Tenerife, mas as lojas só abriam depois das dez!!!! Ficamos caminhando... Olhando as vitrines... Acho que nem as padarias estavam abertas!!! Kkkk
E o melhor!! Na Espanha, o comércio abre às dez horas, e eles tem a ciesta!!! A maior parte das lojas fecha depois do almoço!!! Tipo... de 13 às 16h várias lojas estão fechadas!!! Esse povo da Espanha não poderia vir trabalhar num navio nunca!!!! Pensa... A gente trabalha 12 horas por dia em dia de navegação e 14 horas por dia em dia que estamos parados em algum porto!!! Eles iriam surtar!!!
Mas... Enfim... Voltando às compras... Depois que as lojas finalmente abriram fomos à caça de um bom computador com um bom preço. Depois de entrar em algumas poucas lojas, já desistir de comprar meu computador da maçãzinha mordida... Tava muuuuuuuito caro!!! Tipo o dobro do preço de um Sony com uma configuração muito inferior (memória, processador, essas coisas de que nem entendo nada...). Então resolvemos comprar um humilde Sony mesmo... E ficamos super, ultra, mega felizes!!! Uhhhuuu!!!
Depois de bater perna e acabar de gastar praticamente toooodo o dinheiro que tinha economizado nesses meses, voltamos correndo pro navio pra que a outra metade da equipe do SPA pudesse descer antes que o comércio fechasse pra ciesta...
O trabalho durante esses dias de cruzeiro de travessia foi bem puxado. Trabalhamos muito e tivemos muitos clientes, graças a Deus. Mas também ficamos bem cansadinhas...
E com o fim desse cruzeiro de travessia, o número de tripulantes brasileiros cai bastante!! Em Lisboa desembarcaram outros muitos brasileiros e embarcaram muitos outros tripulantes das mais diferentes nacionalidades.
Depois das compras em Tenerife, fomos passear em Cádiz, outra das Ilhas Canárias na Espanha. Fiquei toda empolgada porque iria participar de uma excursão com os passageiros daqui do navio. Nós da tripulação podemos ir às excursões gratuitamente, só precisamos auxiliar na organização dos grupos de excursão. Tipo... Indicar onde estão os ônibus... Essas coisinhas... Daí... No dia da excursão, acordamos bem cedinho porque tínhamos que encontrar nosso grupo da excursão às 6h da madrugada!!! Acordamos toooodas empolgadas e fomos organizar os grupos e tudo mais... Aí... Quando estávamos saindo do navio, na hora em que fui passar meu cartãozinho pro desembarque, a “nigucin” da máquina do segurança apita e faz o maior escândalo!!! O segurança olha pra mim e fala: “Você não pode sair do navio porque está doente!”. Pensa... Que marmota... Fui explicar pra ele que eu não estava doente coisa nenhuma!!! Aí ele mandou eu ir direto pro médico... Fui pro médico e adivinha??!! Estavam fazendo exame ante drogas e eu fui selecionada!!! Era esse o motivo do “nigucin” ter apitado!!! Eu não poderia descer do navio antes de fazer o exame!!! O problema todo nem foi o exame (a única coisa que descobriram é que eu tinha bebido 2 latinhas de coca-cola na noite anterior), mas foi ter me atrasado toda e me feito perder minha excursão!!! Demorei um monte pra fazer meu teste!!! Cheguei ao hospital e tive que beber 510 litros de água pra ter vontade de fazer xixi no copinho... Uma marmota... Afff... Quando consegui sair do navio, avistei o último ônibus de excursão partindo e eu ficando... Mas também... Então resolvemos fazer nosso tour particular por Cádiz!!! Foi bem divertido... Voltei pro navio com as pernas doendo de tanto caminhar...
No SPA, chegaram várias pessoas!!! Nossa nova gerente chegou!!! Seu nome é Miranda, ela é da Holanda e pareceu ser bem gente boa!! Ela estava em outro navio como assistente da gerente e foi promovida a ser gerente no Vision. Ela já está quase acabando o contrato e só ficará conosco durante dois meses. A primeira reunião que ela fez conosco foi bem animadora!!! Ela mostrou se preocupar muito não só com o nosso rendimento no SPA, mas também com o nosso bem estar a bordo!!! Ficamos super empolgados com as novas mudanças...
Também chegaram outras meninas, todas começando o primeiro contrato... Uma nova cabelereira, manicure, acupunturista e uma terapeuta corporal. Fiquei só me lembrando do primeiro dia em que entrei no navio... Todo mundo chega com a mesma cara de perdido... desesperado... Por isso, fazemos questão de facilitar a adaptação de todos que chegam...
Agora nossa equipe está maior!!! Só espero que continuemos com o mesmo clima... Vínhamos num clima muito bom de companheirismo, um ajudando o outro... Espero que consigamos manter isso, com a chegada das coleguinhas novas!! E a equipe do SPA vai crescer ainda mais!!! Há mais gente pra chegar!!! Na temporada brasileira éramos 7 pessoas e agora na temporada europeia seremos 14!!! Deus abençoe que tenho serviço pra todo mundo!!!
E a nova gerente já chegou agradando!!! Eu e a Day, minha irmãzinha carioca, ganhamos o dia todo de folga e fomos passear em Lisboa!!! Super bonitinha a terra de Cabral!! Fomos andando nas ruas e me senti dentro de um livro de história... Super interessante descobrir que a história que nos contaram realmente existiu... Fiquei super emocionada!!!
Passamos a noite em Lisboa e descemos em plena segunda-feira pra conhecer um pouquinho da noite lusitana. E adivinha... Foi um desastre... Estava chovendo... O lugar que a gente foi era um bar, meio com danceteria que tocava as mesmas músicas que a gente ouve toda noite no navio... Tinha que ver... Só saímos pra nos molhar em uma chuva portuguesa e passar frio...
Mas... Na manhã do dia seguinte fomos visitar o Oceanário!!! Um dos maiores aquários da Europa!!! Muuuuuuuito lindo!!! Fiquei impressionada com a beleza da criação de Deus!!! Ainda mais eu... uma mineirinha lá da sequidão do norte de Minas... Quando vi de perto um pouquinho do que habita debaixo das águas, fiquei toda boba...
Vimos vários bichinhos... Encontrei o Nemo!!!! Mas nem consegui tirar uma foto decente dele... Ele nada tão rápido que as fotos ficam todas borradas!!!  Agora eu entendi porque o pai  do Nemo ficou deseperado quando ele sumiu!! É porque a espécie é naturalmente hiperativa!! Aí eu filmei pra provar que “Eu encontrei o Nemo!!!”.
Ficamos tanto tempo lá no fundo do Oceanário que nem fizemos mais nada! Tínhamos programado de ir num castelo sei lá das quantas... Num museu sei lá do quê... Mas acabamos ficando só nos peixinhos mesmo, mas muito satisfeitas!! Saímos de lá direto pra almoçar, porque eu já estava com tanta fome que já começava a ficar imaginando aqueles peixinhos fritos, ou grelhados... Aí não deu mais certo... Fomos comer alguma coisa e usar a internet um pouquinho... Claro que sempre damos um jeito de achar um WiFi em algum lugar... Comemos um sorvete de sobremesa no Mc’Donalds só pra pegar a senha e entrar no Facebook e passar o olho nos e-mails...
Quando nos assustamos já estava na hora de voltar pro navio!!! E quase tomamos o primeiro “furo no cartão”!!! (Quando chegamos atrasados no navio, ou fazemos alguma outra infração, nossa identidade no navio que é um cartão, recebe um furo). E hoje, quase tomei meu primeiro furo!!! Sempre que reiniciamos um cruzeiro temos um exercício de emergência com os passageiros. Esse exercício é pra ensinar os passageiros os procedimentos de emergência que eles devem fazer caso tenhamos algum episódio como incêndio, colisão, homem ao mar... Essas coisas básicas de navio... Rsrsrs...
Achávamos que o exercício seria ás 17:30h, e que teríamos que estar a bordo ás 17h. Mas... Estávamos enganadas... O exercício era as 17h e tínhamos que estar à bordo até as 17h, mas quem participa do exercício tinha que estar na sua estação de emergência às 16:45h!!!
A Daiany faz parte desse exercício e eu não faço parte. Quando entramos no navio era exatamente 16:45h!!! Ela já tinha que estar prontinha na estação de emergência e a gente ainda estava entrando no navio!!! Foi uma correria desesperada... Por alguns minutinhos, quase tomamos o primeiro furo no cartão... Essa foi por pouco...
Nessa semana estamos super empolgadas com a academia!!! Ontem e hoje nós malhamos muuuuito!!! Dois dias seguidos é uma grande vitória!!! Tô aqui toda dolorida... Mas é assim mesmo... Nossa projeto de voltar pra casa com “corpitcho” sarado tá de pé!!!
Perceberam que já tô falando em voltar pra casa??? Poizé... Só faltam praticamente 3 meses!!! Achei que passou tão rápido!!! Lógico que há dias em que a saudade tá de matar... Mas juro que eu achei que seria pior... Nos dias em que a saudade tá cortando mais do que navalha, fazemos um cafezin com bolacha maisena pra ajudar a dar um tapinha na saudade... (Como tô fazendo agora...)
Ah!!! Outra notícia super importante!!! Minha amiguinha Taty Barbi tá por aqui na Europa e vamos tentar nos encontrar!!! Hoje falei com ela no telefone e vamos tentar organizar nossas agendas... (Viu que chique???) Como eu nunca fico parada, provavelmente ela terá que seguir o navio, nem que seja a nado, pra me encontrar... Deus abençoe que dê tudo certo!!! Ficarei muito feliz em vê-la...
Nossa e já estamos às vésperas da Páscoa!!! Lembremos todos que JESUS foi crucificado por nós!!! Sofreu, sangrou e morreu... Mas ao terceiro dia tudo se fez novo!!! Ele venceu a morte e hoje vive!!! Veja que coisa extraordinária!!! O mais interessante é que se ELE venceu a MORTE, não há nenhum obstáculo que não seja por ELE superado!!! Acredite que se você colocar a sua vida nas mãos dELE, sempre haverá um “terceiro dia” em que as coisas são resolvidas... Pode ser que não se resolva do jeito que VOCÊ espera, mas será do jeito que ELE planejou pra ser... Comemorem a ressurreição, a nova vida, o novo nascimento... Comam alguns chocolates também!!! Não faz mal, desde que você vá à academia de vez em quando... Rsrsrs...
Nesse feriado, a galerinha da 7ª Presbi tá fazendo um acampamento!!! Tô aqui morrendo de inveja... Mas tô fazendo o máximo pra “Não jogar minha vida fora!” e espero que Deus fale muito com todos eles durante esses dias... E aguardo que compartilhem isso comigo!!!
Vou ficando por aqui... Se você leu até aqui, fico muito feliz pela sua perseverança (ou curiosidade, tanto faz...).
“Por que vocês estão procurando no túmulo alguém que está vivo? ELE não está aqui! Ressuscitou!!!” (Lucas 24:5-6)
Não adianta nada procurar a pessoa certa, no lugar errado...
Feliz Páscoa!!! 

quinta-feira, 7 de abril de 2011

A vida às vezes é deprê...

Há alguns dias, recebi duas visitas dos meus pais em Santos!!! Fiquei super emocionada!!! Na primeira visita, nos encontramos num shoping. O detalhe é que meu afobamento pra encontrar com eles tava tão grande que combinei de encontrar com eles na porta do shoping às 8h da manhã e o shoping só abria ás 10h!! Ficamos acampados na porta do shoping, mas eu nunca fiquei acampada tão feliz!!! Não tava nem ligando pra nada... Comecei a abrir as bolsas e mostar os presentes ali mesmo... Super emocionante!!!
Quando o shoping abriu, entramos e fomos pra praça de alimentação e aí é que a coisa evoluiu do mico pra o king kong!!! Fui ler as cartinhas dos meus irmãos e ali mesmo na mesa da praça de alimentação, abri o bocão chorando!!! Ah... Mas chorei meeeesmo!!! Daqueles choros de soluçar e perder o rumo  de casa...
As lindezas da minha vida escreveram coisas super lindas e engraçadas também, claro! Também assisti um vídeo editado por Samara, com o pessoal do MTC mandando recadinho e com Rafa fazendo um tour pela minha nova casa que eu só conheço virtualmente... Quase desmanchei... Fiquei morrendo de saudades... Foi muito lindo!!!! Muito obrigada...
Depois de toda a choradeira, nós três fomos almoçar uma comidinha mineira!!! Mas, quando eu fico muito emocionada nem consigo comer e larguei tudo no prato...
Aproveitamos pra fazer umas compras de suprimentos básicos para a sobrevivência de uma brasileira na Europa!! Comprei trucentos miojos (que já comi quase tudo antes de chegarmos à Europa), farofa, batata palha, bolacha maizena, nescafé, beijinho, brigadeiro... E todas essas coisas que quando partimos descobrimos que são completamente NECESSÁRIAS!!!
Voltei pra o navio com meu tanquinho do amor abastecido e super feliz por vê-los!!! E o melhor é que três dias depois nos reencontramos!!!
Papai e mamãe aproveitaram esses três dias em São Paulo pra visitar a parentada que mora por lá e que nunca temos a oportunidade de encontrar.
No outro dia, combinamos deles virem conhecer o navio!!! Arrumei toda a papelada necessária e combinei de encontrá-los no porto ás 8h. E adivinha o que aconteceu??? Eu dormi mais do que a cama e só acordei às 9h... Saí correndo do navio e quando encontrei com eles, meu pai já tava desfalecendo de passar mal... Tadinho... Tava todo borocochô... Quando finalmente conseguimos embarcar no navio ele já tava com uma carinha melhor...
Quando entramos no navio, os passageiros ainda não tinham embarcado e passeamos no navio todo completamente vazio. Tiramos 510 milhões de fotos e depois fomos almoçar, depois de enfrentarmos uma saga até conseguirmos nos servir. Tinnha tanta gente faminta no memo lugar ao mesmo tempo que conseguir um pratinho de arroz com feijão e um peixe foi uma vitória! Se eu não consegui comer no nosso primeiro encontro que era uma comidinha mineira super gostosa, imagina se eu consegui comer essa comidinha do navio que já conheço de cor... Nem trisquei no prato...
Depois de tirar um cochilo nas espriguiçadeiras do SPA, eles conheceram todo mundo que trabalha comigo e alguns amigos... Agora, Samanta, Dessana, Daiany, Rogério, Theo, Leana e Welves não são mais só nomes e rostinhos em fotos!!! Agora eles conhecem meus amigos e fiquei super feliz com isso!!!
O problema é que a vida às vezes é deprê... Tive que me despedir deles e vè-los partir... Desidratei de tanto chorar!!! Esses encontros e desencontros são de matar...
E alguns dias depois a onda de chororô voltou a balançar nosso navio... Chegando ao fim da temporada brasileira, uma galera vai desembarcar... E no início desse cruzeiro, comprovei de novo que a vida às vezes é deprê...
Fomos nos despedir do Welves, meu irmãozinho mineiro à bordo! Daiany, minha irmãzinha carioca colega de quarto, soltou uma frase que adorei: “Agora entendo porque o povo do Big Brother chora tanto!”. Aqui vivemos um Big Brother todos os dias. A diferença é que temos que trabalhar, no final ninguém sai milhonário e não passamos em horário nobre... De resto, tudo é igual... Temos câmeras pra todo lado, rola fofoca, paqueras, amores repentinos e avassaladores, festas, todo mundo mora na mesma casa... E comprovamos que o dia da eliminação parece o fim do mundo meeeeeeesmo!!! Se não fosse trágico seria engraçado...
Fui levar o Welves no aeroporto, e na frente dele não chorei porque ele já tava chorando litros, se eu chorasse teriam que interditar o aeroporto por causa da inundação... Mas quando entrei no ônibus pra voltar pro navio, e os próximos aviões estavam a salvo pra decolar, eu desmoronei... Vou sentir muita falta da companhia dele...
Ah! E estão achando que foi só isso?? Tava tudo deprê... Enquanto estávamos no aeroporto aproveitei pra acessar a intenet e li um e-mail da minha amiga Márcia contando que irá se casar dia 08 de Julho!! Eu vou perder o casamento de dois graaaaandes amigos!!! Má e Gué vão se casar depois de 510 anos de namoro e eu não vou poder contemplar isso com meus olhos... Tô arrasada...
E sabe o que mais??? Era aniverário dos meus irmãos!!!!! Minhas lindezas estavam completando 20 anos!!!! Já são uns homenzinhos!!!! Fico tão emocionada!!!! E eu nem pude abraça-los...
Tão achando que os motivos pelos quais afirmo que às vezes a vida é deprê acabaram??!! Fui trocar meu dinheiro e até a cotação do dólar tava de dar vontade de chorar... Tinha que tá tão baixo??? Afff... Que marmota!!!
E agora estamos nos nossos últimos momentos em terras e águas verde e amarelas... Estaremos passando em Salvador pela última vez e depois já estaremos a caminho da Europa... Daqui pra frente novos ares... Novos passeios... Novas descobertas... Novos aprendizados...
Desculpe-me se te deixei deprê depois dos meus relatos... Mas a vida às vezes é deprê... Mas faz parte da vida termos momentos deprê... Só não podemos esquecer que esses são só “momentos” deprê... Posso até dormir chorando, mas ao amanhecer os olhos estão sempre secos... Há sempre uma esperança... De voltar pra casa... De abraçar de novo... De matar a saudade... De morrer de rir juntos... De que o dólar suba... Rsrsrs...
Estou confiante de que o nosso Deus não faz nada por acaso... Ele há de ter um propósito ao criar a distância... Talvez seja pra que valorizemos mais quando compartilhamos o abraço... Se for só esse o propósito, já vale muito a pena... Não há coisa mais gostosa do que o reencontro...
Pode ser por isso que Jesus tenha se “ausentado” fisicamente do nosso meio. Pra que a gente sinta falta dEle... Pra que a gente busque sempre nos relacionar com Ele... Pra que aguardemos ansiosamente o dia em que o veremos novamente, como quem espera o desembarque de alguém no aeroporto... Pra que sempre que pensarmos nEle possamos sentir aquele nó na boca do estômago... Aquela saudade que aperta a garganta a ponto de nem consiguirmos comer, mesmo que seja uma comidinha mineira...
Quero uma vida sempre assim... Tendo sempre do quê e de quem sentir saudades... Quando temos do que sentir saudades é porque já amamos, continuamos amando e conuaremos amando APESAR da distância...
Como eu e minha mãezinha costumamos dizer: “A saudade dorme e acorda conosco toooodos os das!!”